Banheiros, privadas e ….

3 mar

駄目だ!

Olá! Tudo beim??

Hoje falarei sobre banheiros o lugar onde você querido leitor da o seu cagalhão sagrado de cada dia. A menos que você tenha prisão de ventre e só joga o Mandela no parque aquático de 3 em 3 meses… anyway…
Continue lendo

Anúncios

Rage, Vocabulário duvidoso e Karma…

24 jan

 

 

ATENÇÃO

 

Esse post contem linguagem chula, de baixo calão e potencialmente ofensiva.

Se você tem problemas com respeito e bons costumes, NÃO LEIA!

Continue lendo

Empregos Ruins, Estresse e Suricatos…

26 nov

"Mike Manja de trabalhos ruins"

Olaaaaaaaa crianças, quanto tempo!

Well…..

Atualmente minha vida tem dado varias reviravoltas.

Somente nesse ano eu já:

Entrei pra faculdade

Sai da faculdade

Fiz diversas entrevistas de emprego mal sucedidas

E uma bem sucedida.

 

Sim meus caros, o fruto que vos fala, atualmente é um trabalhador, pelo menos por enquanto…

Continue lendo

Santinhos, Politicagem e Filmes antigos….

16 out

 

 

" PLINDO Arruda" seu lindo!

 

 

Well…
Ahhhhh… O Brasil, onde a ironia começa no hino nacional e termina na citação em sua bandeira…

Ordem?
Não. Não muito.

Progresso?
Talvez na velocidade de um caramujo sem pernas (não que caramujos tenham pernas… anyway).

Como todos sabem estamos em época de eleições.

Em minha opinião, é a época mais chata que acontece eventualmente. Antigamente eu gostava muito, muito mesmo.
Achava tão legal aquele povo todo na rua correndo atrás de comboios políticos, dando papeis com coisas coloridas e um monte de números “aleatórios”. Na verdade eu até colecionava papéis de “politicagem”, era quase um deck de yu-gi-oh! para mim.

Hoje em dia não é tão legal assim. Como já sou idoso e tenho a idade muito avançada, sou obrigado a votar, se não Satanás ira fazer vodoo para meu esfíncter se comprimir e não relaxar nunca mais.

Na verdade na verdade, foi minha primeira vez á cumprir obrigações eleitorais.
Foi uma experiência no mínimo traumatizante.

Em primeiro lugar teria que escolher MUITOS candidatos, e sem brincadeira, são muitos,e de vários tipos, uma quantidade que chega ser absurda.
Variam desde pessoas comuns como, advogados, médicos e coisas do gênero, até
pessoas que não sabem absolutamente nada de política, alguns não sabem nem ler e pessoas com problemas em pontuação.

Pulando para o dia da votação em si.
Acordei bem cedo (12h), troquei de roupa e sai com meu progenitor, rumo ao local de votação, que na verdade era uma escola (acho que sempre é…).
Chegando lá o lugar estava lotado e as filas tinham filas para você entrar nas filas.
Foi uma coisa bem estranha, que conseguiu entrar no meu top de filas estranhas.
A primeira foi a fila de um evento que no qual a fila andava para trás, sim para trás, em um momento estava no meio, no outro no final (considerando a distância, não a localização).

Esperei muito tempo, vi muitas pessoas, e finalmente chegou em minha vez, entreguei meu titulo de eleitor para a moça ou moço… não me lembro muito bem….talvez fosse um transexual…enfim… Logo após entrar meu titulo, a pessoa olhou bem, fez uma cara de quem comeu calabresa e sujou a blusa, e logo pediu minha identidade, para assim me liberar para cumprir minha obrigação.
Chegando à cabinezinha de votação, o aparelho era bem menor do que eu esperava. E todos já sabem no que deu, como não acredito na política desse país, fiz como faço em minhas provas escolares. Zerei tudo.

O mais engraçado é que no Brasil, você pode votar somente com a Identidade, mas não só com o Titulo, ou seja o Titulo mesmo não serve para absolutamente NADA. *Uma campanha do governo: Brasil um país de Tolos*

Logo mais no final do dia, teve a apuração dos votos e para minha surpresa a votação para presidência deu “empate” sabe-se lá o porque. Já o resultado o qual eu esperava foi….bem…como eu esperava é claro.
A pequena cidadela de São Paulo, conhecida pela sua poluição e grande concentração de japoneses com membros largos e compridos. Elegeu nada mais nada menos do que TIRIRICA, sim O Tiririca.

Agora eu me pergunto. Porque senhor? Porque fez os brasileiros com tanto salame e pouco cérebro?

Depois de elegerem Enéias, e o Mestre Clodovil, que acredito que não morreram só saíram da mídia por excesso de idade. Conseguiram eleger Tiririca com mais de 1milhão de votos que valem mais do que barras de reais em ouro.

Sim, meu caros um grande FAIL.

Tudo muito bem, tudo muito bom, até que…

O nosso pequeno palhaço compositor de “Florentina”, virou alvo do tribunal, o por quê?
Todos suspeitam (inclusive eu), que Tiririca não sabe ler nem escrever e assim não podendo assumir mandato por lei.

Agora em um país onde o presidente era semi-analfabeto ficou por 8 anos em posse, não me surpreendo se alguém completamente analfabeto conseguisse tomar posse.

Vejamos no que vai dar…

Agora² terá o segundo turno (coisa CHATA DO CACETE!), e as duas opções são terríveis.
Um parece com o Mr. Burns e a outra um Ursinho Carinhoso com hepatite B.
Nenhum dos dois tem boa fama e só terminam por se atacar cada vez mais.

Entre Dilma e Serra?

Prefiro ver o filme do Pelé.

=*** até a próxima

 

Ps: Nem falei do PLINDO e da Marina né?

Ps²: Eu AMO SP, não leve a sério o que eu escrevo.

Ps³: PLINDO SEU GATO!

Tupinambás, Pau Brasil e Lusitanos Pervertidos…

14 set

"Índios"

Yo! Tudo bem crianças? =]

Well…Hoje falarei sobre assuntos polêmicos (voz de Márcia Goldsmith ).

Falemos um pouco sobre o Brasil, o “pequeno” pedaço de terra em que nós habitamos.
No começo, bem no começo mesmo, o Brasil “não existia”. Não existia entre aspas porque na verdade ele sempre esteve no mesmo lugar, os babuínos portugueses que não sabiam da existência desta bela ilha gigante.
Um belo dia, Pedro Álvares Cabral; também conhecido como Pedrinho da Caixa D’Água pelos íntimos; resolveu adentrar em seu barquinho de bambu e desbravar os sete mares.
Dias depois (MUITOS dias), Pedrito avistou terras a frente de sua embarcação.
Animado e pimpão como sempre, correu para avisar a todos os tripulantes de sua jangada. Logo dirigiram-se as recém “descobertas” terras.

Até ai, tudo muito bom, tudo muito bem.
Mas foi ai que houve o erro nº 1 de Pedrinho e resultou na catástrofe aterrada que nós chamamos de país.

Logo após atracar seu barquinho de papel, deu de cara com o povo brasileiro, que na época era conhecido somente como: Povo.
Um porém surgiu logo após o primeiro contato com o “povo”.
Todos estavam nus, sim nus, pelados, sem roupa, com as aves e os anfíbios fora da gaiola.
Os portugueses logo entraram em choquem, pois os “índios” não tinham a menor idéia do que aquilo representava para eles.

Como todos sabem índios são conhecidos por três coisas: Seu alto teor de inocência, sua habilidade de fazer tatuagens e por terem membros do equivalente aos seus fêmures.

Pedrinho como era o mais sagaz e taradão do grupo, logo pensou: “ Vou catracar geral” , e assim ele empurrou o Buda em metade do continente.
E ai que começou a discórdia.

Pedrinho um dos seres mais ignóbeis já existentes, só atrás de “Adão” que andava pelado, tinha alguém do sexo oposto para copular regularmente e não fazia nada para agradar ninguém, resolveu comer a única fruta que não podia. Mas isso é assunto pra outro dia.

Depois de Pedrito farofar com todos os seres que se moviam.
Começaram a aparecer os efeitos colaterais.
Portugueses não eram um povo conhecido por sua limpeza, e por conseqüência vieram as doenças que foram passadas aos Tupinambás.
Como se não bastasse, os meninos da floresta começaram a descobrir a malicia, a mesma que os portugueses tinham e usavam para explora-los.
O que não demorou para fazer com que o seu comportamento mudasse,  se assemelhando e ficando talvez até pior do que o dos “Portugas”.

De todo esse processo até a explosão demográfica, a divida externa e promiscuidade sem fins reprodutivos foi um pulo.
Atualmente as pessoas simplesmente dão, só por dar.
Mulheres liberando suas Couves para qualquer dono de uma Kawasaki e homens enterrando a Mandioca em qualquer terra lisa.
Às vezes tenho saudade da época em que crianças brincavam com bonecos e de pique-pega sem terminar com uma gravidez indesejada.
E bem…foi mais ou menos assim que nosso querido Brasil foi fundado.
À base de Cana e Genitálias.

Bjs em vossos corações =*

Ps: Post dedicado a minha Mana do meu coração, que me deu a genial idéia de falar sobre isso (ou quase isso XD),  Luv yu Nee =***
Ps²: Sempre vejam os links escondidos no texto!
Ps³: Com desbloqueio agora! \o/

Hippies, Multinacionais e Virilhas Salientes…

9 set

"Anaconda Make's you Little Richard...ohhhhhhhhhhhhh"

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo….
Hey People! Long time no see you little fellas…
How ya doing? And you mom? (rs)

Well…

Como sempre eu tenho tido ótimas ideias de post, coisas realmente absurdas que ficariam muito boas se colocadas em um texto (randômico).
Mas como sempre também eu esqueço o que quero escrever e se eu não escrevo na hora, realmente não lembro depois. *sad*

Vamos a pauta do dia:

Os anos 70!

Yeah, Disco Time BABE!

Ahhhh, os 70’s. Essa é uma época em que eu realmente gostaria de ter nascido, tinha tudo de mais legal em proporções catastróficas.

Músicas psicodelicas, letreiros gigantes em neon, sapatos de salto plataforma (que eu pessoalmente acho lindos *-*) (não, não sou um travesti), calças boca de sino…etc.

Uma coisa que acho interessante são as calças boca de sino.

Pra quem não sabe o que é calça boca de sino, pergunte para seus pais eles provavelmente saberam e talvez tenham alguma. Anyway…

Calças boca de sino eram calças que desafiavam todas as da leis física que existiam na época (como todos sabem a gravidade só foi descoberta em 2001 -rs). Como eu ia dizendo, essas calça eram o oposto das que existem hoje; eram apertadas na parte de cima te deixando com um “pacote de batatas assadas” no meio da sua virilha, o que demonstrava sua virilidade naquele tempo, isso e pêlos nos “seios” mas isso eu falo mais abaixo; retomando, já a parte de baixo da calça era altamente larga, o que te deixava com um aspecto de pescador de siri sudanês.

Outra coisa que complementava o visual eram as camisas floridas de seda com botões.
Geralmente eram usadas abertas deixando todos os pelos do seu “busto” à amostra, o que não eram poucos.
Nos 70’s pêlos eram sinal de respeito e também de “sex appeal”, vide qualquer filme antigo ou filmagens de shows do Abba ou do Daddy Cool.
Tudo se resumia a um bom “Black”, um bigode, camisa chamativa, pêlos a mostra, “pacotão de salgadinho sabor calabresa” ,salto plataforma e por ultimo mas não menos importante um grande cordão de ouro com algum símbolo sem sentido ou vindo do para-choque de algum carro.

Mas os 70’s não se prendiam só a púbis e marijuana, grandes músicos que fazem sucesso (mortos) até hoje, surgiram nessa época.
Acreditem se quiser mas antigamente caixas de mm’s não “cantavam” “rock” e nem pareciam sua prima mais pegável.

Enfim, aparentemente foi uma época MUITO divertida, em que você podia fazer o que quisesse, podia deixar crescer uma barba, acender um mato , fazer solos épicos de guitarra, fundar uma empresa e se rebelar contras autoridades na boa, no maxímo você levaria um tiro, mas hippies são imortais todos sabem disso.

Bem por hoje é isso gente, prometo “tentar” ser mais presente com as postagens, tenho que parar de tanta preguiça, pra vocês terem um idéia to com Tekken pausado aqui á 2h e ainda nem comecei a ver e já to com o filme a 1 semana….beigos em vosso corações =*****

Ps: Preciso ver logo Tekken
Ps²: GROOVE BABE!
Ps³: Nunca perca seu mojo!

Galináceos³, Pessoas Bombadas e Pães Franceses…

30 jul
“CHESTER bennington”

Não, não, aquilo é uma mulh…..wait…WHAT?…
Well…Ola Kids! Como vão? =]

Nesses posts mais recentes acabei fazendo uma coisa sem perceber!

“Ah você finalmente aprendeu a cozinhar, e não queima mais o brioche?”

Não, não é isso…¬¬

Como eu dizia, tenho falado muito sobre pássaros, e hoje adicionarei mais um para a coleção.

O Chester.

O Chester é um pássaro na verdade muito “anônimo” se assim posso dizer, ninguém nunca viu um chester vivo, você não vê por ai pessoas com um chester na coleira correndo pelo parque (na verdade com nenhum pássaro, mas isso não vem ao caso). O unico chester que vemos é aqueles bicho enrugado, sem cabeça e fálico…não, fálico não…na sua mesa de jantar durante a seia de Natal ou no Ano Novo.

Ainda pesquisando um pouquinho, eis que descubro que Chester, na verdade não passa de uma galinha bombada.
Para exemplificar: Pense em você; não é grandes coisas certo?
Agora pense em você todo marombado, trabalhado no açougue, com tetas de aço, e um biceps para lavar roupas delicadas (uí). Pensou?
Agora pense em você com penas, muitas penas, penas saindo do seu reto! Legal hã?
Agora tire todas as penas, pronto você é um chester!
Tá bonitão ein malandro!

Anyway…

Dando uma olhada neste site vejo um trecho que me deixa intrigado, veja:

“A diferença entre eles está no fato de que, nos dois frangos especiais, eles não estão dispersos como no comum, mas concentrados no peito e na coxa…”
(no caso ele mostra dois tipos de chester)
Ou seja, ISSO é um chester:

Ou isso…

Bem, acho que era só isso que eu tinha a considerar. Ah! E MUITO cuidado com fragos bombados, se os normais são perigosos imagina o Frota coberto de penas correndo atrás de você…

Bjks =* Té mais o/

Ps: Dica, passem o mouse por cima dos links ;D
Ps²: Fiquei com fome =[
Ps³: Perus?…

%d blogueiros gostam disto: