Tag Archives: marimar

Excesso de Água, Ócio³ e Clandestinidade…

27 abr

" Av. Brasil "

 

“Talves seja só fome….”

Well…..Dias e mais dias se passaram até a data de hoje, muitas coisas rolaram, mas apesar de todas as novidades, o ócio continua a me dominar! Como pode alguém ocupado, ficar a toa?

Por incrível que pareça eu consigo!

Anyway….Recentemente (Não), teve um mini-diluvio que inundou (dã) o estado praticamente inteiro, e pra variar estava lá eu, o ser que vos fala para participar do fenômeno “natural”.

Tudo começou mais ou menos assim:

Acordei ás 4:30h AM, que o meu novo horário por causa da “escola” (não gosto de falar facul/faculdade, however…), banho, café e trocar de roupa foram as ações seguintes. Estava á chover absurdamente, minha progenitora preocupa resolveu me acompanhar até o ponto (não, não me prostituo…..ainda), como já dito estava chovendo forte, mas como meu semancol é extremamente baixo resolvi prosseguir.

O que foi um grande erro meu, já foi difícil só atravessar a rua para pegar o ônibus, imagine então chegar ao destino,  esperamos cerca de uns 5min e ônibus chegou.

Minha “mamãe” genial como sempre foi teve a brilhante idéia de me acompanhar para aproveitar e conhecer a “escola”, mal sabia eu que aquele foi meu maior momento de sorte, o porquê veremos mais a frente.

Já dentro do ônibus lotado como sempre, naquele dia estava ainda mais pelo fator aquático.

Por volta de 40 ou 30min, já havia parado a chuva e o transito parecia normal, até chegar à famosa Av. Brasil, o lugarzinho fi duma égua mano!

Chegando lá o transito simplesmente parou completamente, nada se movia, absolutamente nada, o “buzão” já em uma temperatura insuportável, fez com que algumas pessoas começassem a descer.

Já não agüentando mais retruquei para minha “Madre” :

– NUM AGUENTO MAAAAAISSSS!!!!!! Vamo descer e voltar pra casa u_u”  (sinta o desespero da criatura…)

Tudo certo.Descemos.

O único probleminha era que, como nenhum ônibus ia para frente, também não havia nenhum voltando, os poucos que passavam eram para lugares longínquos e desconhecidos, como Tangamandápio, Nova Iguaçu, entre outros…

Para melhorar tudo não fazíamos a mínima idéia de onde estávamos, só víamos  duas pistas de ônibus uma vazia e outra parada de um lado mato e acostamento, do outro casas altas, suspeitas e levemente hostis.

Passados uns 30min andando para lá e para cá pensando no que fazer, “resolvemos” (madre) seguir em enfrente e arrumar alguma condução mesmo que fosse para um lugar longínquo, vimos pessoas pegando até mesmo carona com caminhões de carga.

Continuamos andando, até que pouco mais a frente havia uma Van, não do tipo de passageiros, mas sim de cargas leves, totalmente fechada e sem bancos.

Nos aproximamos para ver o que rolava, e um gentil senhor estava indo para Madureira (para quem não sabe fica na divisa do RJ e SP  rçrç), pensamos : – Porque não?!

E fomos assim mesmo como típicos imigrantes mexicanos provindos da Colômbia, apertados num ambiente completamente fechado, sem bancos, ou seja : TAVA F#DA!!

Thank God, apesar de todas as baldeações, conseguimos voltar para casa sãos (eu não) e salvos!

Acho que tenho mais coisa para falar mas to com sono então…..Té mais! Luv u guys! ❤

 Ps: O Texto não está engraçado =/

Ps²: Não sou comediante (Y)

Ps³: Orra que sono o.õ

Anúncios

Halloween, Botos e Marimar….

31 out
Não se engane por sua aparência bonitinha (bizarra), um dia ele pode "traçar" todos os seus familiares......

Nao se engane por sua aparência bonitinha (bizarra), um dia ele poderá "traçar" seus familiares....

Ahhhh….O Halloween, época mágica de dar e receber.

Uma data tão nobre e tão ignorada por mais da metade da população brasileira.

Dia de ver filmes de terror de produção com orçamento limitado e gosto extremamente duvidoso, sair para “festeeeeeenhas” á fantasia, dar susto nos seus amigos emos, jogar joguinhos violentos e sanguinários, apagar as luzes de suas casas para não ser possuído por espíritos que voltam nesse dia (sim, está na história) e muitas outras coisas felizes, divertidas, alegres e pimponas…..ou não.

Agora me pergunto eu, porque tal data é tão ignorada por nossos conterrâneos? Logo nosso país em que há lendas e mais lendas, tipo: meninos afro-descentes com deficiência física e cleptomania, répteis com características humanóides e problemas de personalidade, mamíferos aquáticos amazônicos com poderes de transformação humana, promiscuidade elevada e problemas com métodos contraceptivos e uma “penca” de outras “lendas”.  Mesmo atualmente se escuto histórias sobre tais criaturas anormais fico um baita frio na espinha.

Imagine que você tem uma bela filha, e mesma é considerada um “Tesaum” pelos meninhos tarados de sua rua; um belo dia a dita cuja sai para uma “festeeeeeeenha” de halloween, chegando lá sua bela filha encontra um jovem um tanto galanteador e com tendências levemente homosexuais; passado um mês após tal evento sua “encantadora” filhinha começa a ter enjôos anormais e um leve crescimento em sua “ponta de agulha” e “fraldinha”; passados exatos 9 meses acontece o milagre chamado nascimento, tudo muito bom tudo muito bem mas ao olhar para a “criança” o médico exclama: “Mãe que Pariu!”, o seu filho é um “boto”, e todo ficam com cara de novela mexicana após Marimar fugir de casa e assim vivem felizes para sempre.

Tal história pode não ser real e causar pesadelos á muitos por ai, mas como podem ver deveriam realmente dar mais atenção a nossas lendas e a esta linda data carinhosamente chamada de “Halloween”.

 

“colaboração especial da nee: oi \O/”

 

Ps: “MA-RI-MAR, AU!!! Destemida soy…..”

Ps²: Eu tenho medo do “Saci”….

Ps³: Happy Halloween! ^.~

 

%d blogueiros gostam disto: